TIJP 45 - Vale a pena trabalhar com TI no Japão?

publicado em 12 de abril de 2021
compartilhar

Um de nossos assuntos recorrentes é sobre como entrar na área de TI no Japão. Falamos sobre os desafios, as diferenças culturais e ajudamos na medida do possível com informações e respondendo as perguntas de nossos ouvintes. E com isso desejamos ver o números de profissionais na área crescer!

Ficamos muito no muro essa semana, mas era isso mesmo que esperávamos!
Assim como aprender algo não tem fórmula magica, a pergunta de nosso título também tem muitas variáveis para se considerar.

Apesar de ambos estarmos no muro, acredito que eu estava um pouco mais caindo para o lado de "não vale a pena", pois estava me baseando bastante em 2 aspectos: idioma e nível tecnológico do Japão.

Idioma

O idioma japonês é indispensável para a grande maioria dos empregos de nível técnico acima, ponto. Sei que estou repetindo isso, mas no Japão atual sem saber japonês fica muito difícil. Não a toa, em 90% de nossas lives nós aconselhamos a estudar japonês.
Em contrapartida, não só nos EUA, que diferente do que muita gente pensa o ingles não é a lingua official pois eles não tem lingua oficial, e Canada que já é de se esperar, mesmo países da Europa pedem Inglês.

Teoricamente, qualquer pessoa pode aprender qualquer idioma que queira, sendo claro investido o tempo necessário baseado em variáveis como: dificuldade do idioma, tempo disponível para se dedicar, sua afinidade com o idioma, etc. Porém, de modo geral e generalizando, o Inglês é mais fácil de se aprender, mais acessível, não tem um alfabeto de pictogramas com mais de 2000 caracteres e como bolo do cereja, a maioria dos profissionais de TI já falam pelo menos o básico ou tem uma base da lingua.

Nível tecnológico do Japão

Como mencionado na live, o Japão tem áreas que são fabulosas e sem dúvidas nenhuma são os melhores do mundo no que fazem! Toda vez que assisto televisão japonesa e tem programas falando sobre a tecnologia de terremotos ou alagamentos, sei que não irei me desapontar e que ficarei fascinado!

Vejan esse video.

Bacana não!? Pena que não consigo dizer o mesmo no lado de TI...

Alguns dias atras foi anunciado que a Hitachi adquiriu a empresa norte americana GlobalLogic, até ai tudo bem, o que me pegou foi o que apontaram nas matérias como os pontos fortes da empresa que a empresa é especialista em Cloud e Metodologias ágeis, e isso reflete o nível geral daqui.
Inovações acontecem e avanços chegam, mas na maioria das vezes chega muito tarde. Em alguns de meus papos com outros brasileiros de TIJP, já me falaram que tem que "brigar" com os clientes para aceitarem usar Node ou React por exemplo. Até uns 5 anos atrás, era comum ver programas para windows feitos em VB!

Tirando Ruby, que software, aplicativo, framework vocês conhecem que tem relevância e foi desenvolvido nos últimos 5-10 anos no Japão?

Há vários fatores que contribuem para o atraso em TI que começam na relutância em mudar e vão até a remuneração, porém quero enfatizar que isso é baseado em minha opinião, que é um reflexo de minhas experiências no Japão do dia dessa publicação! Sabemos muito bem que os japoneses são extremamente focados, e quando colocam um objetivo em mente, só param quando alcançam, adicione uma pequena onda de mudanças que pode ser notada em nossa volta, provavelmente esse post estará totalmente datado em uns 5-10 anos.

Veredito?

Sem pensar muito, analisando que é mais simples aprofundar no ingles e a maior projeção profissional, eu estaria muito tentado a seguir por esse caminho e tentar a vida nos EUA ou Europa. Confesso que tenho muita vontade de ir para Alemanha!

Mas como nosso amigo Anderson falou muito bem, são tantas as variáveis a se considerar que não há como levantar uma bandeira. A resposta do vale a pena ou não está dentro de cada um e é muito importante que ela seja encontrada internamente, pois acredito que só assim ela será válida!

Bonus

Foi perguntado durante a live sobre a média salarial na área de TI e eu havia comentado que havia um site em que os próprios funcionários compartilhavam os seus salários. Para que quiser conferir segue o link.

https://www.vorkers.com/ *apenas em japonês.

Categorias
Tags
Por: Clayton Yugue

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

© Brasileiros de TI no Japão All rights reserved